Com a disseminação da energia solar fotovoltaica é cada vez mais comum ver painéis fotovoltaicos no telhado de residências e imóveis comerciais. A tecnologia que utiliza a energia do sol para produzir energia elétrica apresenta inúmeras vantagens tais como redução da conta de luz, baixa manutenção, não ser poluente, silenciosa, valorização do imóvel e ter como insumo um recurso inesgotável, a luz solar.

Idealmente, caso seja de interesse a geração de energia solar, uma construção deve ser planejada já contando com um sistema fotovoltaico em seu projeto civil e arquitetônico. Essa prática, além de diminuir custos e maximizar a eficiência do sistema, minimiza potenciais dificuldades durante a instalação do sistema. Contudo, a instalação de sistemas fotovoltaicos se dá, muitas vezes, em imóveis que não incluiram em seu projeto base a incorporação dos painéis fotovoltaicos e demais componentes. Assim, alguns cuidados devem ser tomados durante a elaboração do projeto de sistema fotovoltaico tais como análise estrutural (saiba mais) e arquitetônica do local onde será instalado.

Como a tecnologia está em alta no mercado de construção civil, arquitetos do mundo inteiro já se renderam às vantagens econômicas e ao apelo estético dos painéis solares. Conheça as 5 construções mais impressionantes integrando painéis fotovoltaicos em telhados ou fachadas.

 

apple-campus

Novo Headquarter da Apple. Foto: Maverick Media

Novo Headquarter da Apple

A impressionante nova sede da Apple fica na cidade de Cupertino, Califórnia, e tem previsão de finalizar a construção em abril desse ano. A construção, que mais parece uma nave espacial, custou 5 bilhões de dólares e conta com um dos maiores sistemas fotovoltaicos já instalados em um prédio corporativo. A gigante de tecnologia aproveitou a extensa cobertura para instalar milhares de painéis fotovoltaicos que totalizam um sistema de 17 megawatts de potência. Toda a energia consumida pelo prédio será de fonte renovável. Além dos painéis fotovoltaicos, a sede contará com 4 megawatts de células de combustível à Biogás e adicionais 130 megawatts fornecidos por uma instalação fotovoltaica de empresa First Solar.

O local está recebendo 2.500 novas árvores (que somadas às nativas totalizam 7.000), alguns elementos inovadores que compõem seu design e quilômetros de trilhas. Oitenta por cento dos 71 hectares da construção será verde.

“Estamos construíndo um novo headquarter que irá, eu acho, ser o prédio mais verde do planeta,” disse Tim Cook, CEO da empresa. “Isso será um centro de inovação, e isso é algo que claramente nós e nossos funcionários queremos.”.

 

gigafactory.jpg.838x0_q80

Giga-fábrica da Tesla. Foto: Tesla

Giga-fábrica da Tesla

Para atingir a meta de produção de 500.000 carros por ano até 2018, a Tesla irá necessitar de produzir sozinha o equivalente ao que é consumido de baterias de lítio no mundo atualmente. A Giga-fábrica de baterias da Tesla está em construção no estado de Nevada, EUA e será peça fundamental para os planos ambiciosos da empresa. A construção será a maior do mundo em área física – com 51 hectares – além de toda a sua energia consumida ser de fontes renováveis. O plano atual é não só cobrir todo o telhado com painéis fotovoltaicos mas também as colinas vizinhas ao complexo. Segundo o CTO da empresa, JB Straubel, caso não seja suficiente para atender toda a demanda da fábrica eles buscarão outras alternativas.

Além dos painéis fotovoltaicos, a empresa pretende complementar a geração através das fontes de energia geotérmica e eólica. A fábrica está sendo construída em fases, o que permite a Tesla começar a produzir imediatamente nas seções finalizadas. A previsão é que a construção da Giga-fábrica seja finalizada em 2020.

 

denmark-solar

Escola Internacional de Copenhagen. Foto: EPFL

Escola Internacional de Copenhagen

O novo prédio da Escola Internacional de Copenhagen, na Dinamarca, é considerado a maior fachada solar do mundo. São mais de 12.000 painéis fotovoltaicos integrados diretamente na estrutura da construção e são capazes de produzir metade do consumo de energia da escola (em torno de 300 megawatts-hora por ano).

Para engajar os 1.200 estudantes com o prédio sustentável, foi adicionado ao currículo matérias relacionadas à energia solar. Os alunos poderão monitorar a energia produzida e usar os dados em outras disciplinas.

A proposta do projeto é garantir o consumo de energia limpa, prover bons hábitos e uma consciência ambiental aos estudantes. Saiba mais no link.

 

solar-stadium-ed02

Estádio Nacional de Taiwan. Foto: Inhabitat

Estádio Nacional de Taiwan (Kaohsiung)

O estádio projetado pelo arquiteto japonês Toyo Ito tem um design semi-espiral que lembra a um dragão e é o primeiro estádio do mundo a produzir praticamente toda a energia consumida através de 14.155 m2 de painéis fotovoltaicos, o suficiente para garantir fornecimento para as 3.300 lâmpadas e aos dois telões. Em dias que não há jogos o estádio fornece energia para a comunidade local. O estádio também integra adicionais soluções verde tais como calçada permeável e uso de materiais reciclados. Da área total de 19 hectares, aproximadamente 7 hectares são reservados para espaços públicos verdes, trilhas para ciclistas, parques para prática de esportes e um lago. Além disso todas as plantas que ocupavam a área antes da construção foram transplantadas.

 

sol-invictus-melbourne.jpg.838x0_q80

Arranha-céu de Melbourne. Foto: Peddle Thorp

Arranha-céu de Melbourne

Chamado de Sol Invictus (“Sol Invencível”), o arranha-céu de 60 andares que será construído na cidade de Melbourne, Austrália, tem sua fachada envolvida por células fotovoltaicas. Além disso, sua cobertura contará com torres eólicas, um design voltado para eficiência energética e um grande banco de baterias. O objetivo é que o edifício seja completamente off-grid (sem conexão à rede elétrica local). Embora a previsão é que a geração seja capaz de atender aproximadamente 50% da demanda energética do prédio, os arquitetos acreditam que com ganhos em eficiência e outras melhorias podem fazer com que a geração atenda a 100% do consumo.

 

Assine nossa newsletter e fique por dentro das notícias sobre a energia solar!