A primeira etapa de qualquer processo de compra é sempre a identificação de um problema real (uma necessidade ou desejo) e no caso dos sistemas de geração de energia fotovoltaica não poderia ser diferente. Essas necessidades ou desejos se traduzem em motivos que, comumente, são: possuir energia usando uma fonte de energia limpa e renovável, ser independente da concessionária, economizar na conta de energia, melhorar o status e outros. Poucas vezes, porém, as pessoas percebem um dos principais motivos para se adquirir um sistema: Investir dinheiro com um retorno superior aos principais investimentos do mercado financeiro.

Quando se adquire um sistema fotovoltaico imobiliza-se um capital, que se torna um ativo, trazendo retornos financeiros por no mínimo 25 anos. Além de possuir excelente rendimento, esse investimento é bastante atrativo por seu baixíssimo risco e por não possuir incidência de imposto de renda, taxas administrativas e prazo para sacar o dinheiro. Outro fator interessante é o valor agregado ao imóvel e, no caso de estabelecimentos comerciais e industriais, o valor intangível agregado à marca. Neste artigo será feita uma comparação do investimento em um sistema fotovoltaico com o um investimento a 100% do CDI (principal taxa utilizada como benchmark para investimentos).

Os resultados obtidos na comparação são apresentados nas tabelas a seguir.

calculos financeiros energia fotovoltaica

Para a análise foi considerado um investimento de R$ 25.000,00, equivalente a um sistema de 3,3 kWp, em um cenário de 25 anos, tarifa residencial de R$ 0,83 (valor adotado na maior parte do estado de Minas Gerais), com inflação energética de 10% a.a. (Valor médio dos últimos 10 anos) e imposto de renda de 15%.

Observa-se que ao final de 25 anos, com um investimento em um sistema fotovoltaico de 3,3 kWp, obteremos um retorno de R$ 353.894,58 frente a R$ 233.987,50 para uma aplicação a 100% do CDI, uma diferença de R$ 119.907,08. Esse resultado evidencia que não há no mercado aplicação de baixo risco com retorno semelhante ao do investimento em energia solar fotovoltaica. Como podemos observar no gráfico abaixo, diferentemente de um investimento monetário, o investimento em energia solar representa a aquisição de um ativo, ou seja, é necessário que o seu rendimento pague o valor investido antes de gerar resultado positivo no fluxo de caixa, o que acontece, neste exemplo, em pouco menos do de 5 anos. Não foi abordado na análise os resultados referentes à valorização do imóvel e marca.

Investimento energia fotovoltaica

O exemplo ilustrativo apresentado neste artigo foi executado de forma simplificada para facilitar o entendimento. Ao elaborar uma proposta comercial a Sharenergy realiza uma análise financeira mais aprofundada, apresentando indicadores como VPL, TIR e outros. Cadastre no link, solicite sua proposta e saiba quanto seu dinheiro pode render se aplicado em um projeto de energia fotovoltaica.

Assine nossa newsletter e fique por dentro das notícias sobre a energia solar!