Antes de começarmos você precisa saber como comparar formas diferentes de gerar energia. O Custo Nivelado de Energia, ou em inglês LCOE (Levelized Cost of Energy) é a forma mais justa e transparente de se comparar tipos de geração de energia pois é calculado contabilizando todos os custos esperados ao longo da vida de uma usina, incluindo construção, financiamento, combustível, manutenção, impostos, seguros, incentivos e inflação. O valor total é dividido pela energia (kWh) que será produzida durante a vida útil do sistema.

calculo custo energia fotovoltaica

Agora, temos uma notícia boa: a energia solar fotovoltaica é, oficialmente, mais barata que alternativas convencionais, como as usinas térmicas a carvão. Cerca de uma década atrás só ouvíamos falar de energia fotovoltaica na Estação Espacial Internacional, hoje podemos vê-los por todo lado. Não é por menos, nos anos 2000 o LCOE da energia solar era de US$ 600/MWh comparado às alternativas na casa dos US$ 100/MWh. O aumento de eficiência dos módulos fotovoltaicos aliado ao custo cada vez maior das restrições ambientais para as alternativas fez o custo da tecnologia fotovoltaica reduzir de US$ 600/MWh para a casa dos US$ 100/MWh; além disso o custo das alternativas tradicionais intensivas em emissões de carbono também aumentaram de preço.

LCOE World Economic Forum

O momento em que o LCOE de alternativas renováveis chega a ter um valor competitivo frente a alternativas tradicionais é chamado de Grid Parity. Segundo o relatório do World Economic Forum, o Brasil está entre os países que já atingiram o Grid Parity.

Você já pensou em gerar sua própria energia? Entre em contato, ficaremos felizes em te atender!

Fonte: http://www3.weforum.org/docs/WEF_Renewable_Infrastructure_Investment_Handbook.pdf

Assine nossa newsletter e fique por dentro das notícias sobre a energia solar!